PEQUENOS GRUPOS

UM RECURSO PARA TORNAR CRISTO RELEVANTE

 
Certamente, todos nós estamos seguros de que todo cristão é um ministro. De igual modo, todos sabemos que somos chamados pelo Espírito Santo para um ministério na Sua Igreja, razão pela qual ele dota a cada um de nós de um dom, que para continuar dom precisa ser desenvolvido.
 
Certamente, todos estamos convencidos que a tarefa da Igreja é proclamar o senhorio de  Jesus Cristo que, aceito, propicia a paz com Deus que todo o ser humano precisa, para a vida aqui e no futuro. De igual modo, todos sabemos que há muito a ser feito neste campo. Há um déficit de proclamação do Evangelho.
 
Certamente, temos nos esforçado para testemunhar, com gestos e palavras, a fé que abraçamos. De igual modo, somos testemunhas de como somos recebidos em nossos esforços de proclamação, especialmente quando se trata de um convite para vir a Igreja, raramente aceito por parte de nossos vizinhos.
 
Certamente, temos buscado uma vida de comunhão, a partir do Espírito Santo, que nos permita carregar as cargas uns dos outros, tornando o Evangelho o que ele é. De igual modo, nossos compromissos, dentro e fora da igreja, não permitem que gastemos tempo um com o outro e, sem este tempo, embora até desejemos.
 
Quando a Igreja Batista Itacuruçá promove a  formação de Pequenos Grupos, visa atender a essas necessidades a partir do modelo da igreja apostólica. Nesses grupos, temos a oportunidade de nos tornarmos ministros efetivos, exercendo plenamente os dons que recebemos e recebendo ainda outros.
 
Nos Pequenos Grupos, temos oportunidade de partilhar a nossa fé com outras pessoas que ainda não a tem, o que fortalece a nossa própria fé e faz com que joelhos se dobrem diante de Jesus e que línguas confessem o senhorio dEle para a gloria do Pai. E nos tornamos, não assistidores destas maravilhas, mas agentes dela.
 
Nos Pequenos Grupos, poderemos nos pastorear uns aos outros, uma vez que fomos feitos sacerdotes (1Pedro 2.5).   Como parte deste sacerdócio, podemos ligar e desligar no céu (Mateus 16.19), no sentido de estar contribuindo para a vida transbordante prometida e desejada por Jesus Cristo (João 10.10).
 
Bem-vindo, portando, ao Ministério com Pequenos Grupos.
 
 
ISRAEL BELO DE AZEVEDO
 
 
Roteiros para os encontros semanais: clique aqui